O piano e o violão

2 de julho de 2016

Nenhum Comentário

IMG_1466

A música entrou na minha vida na minha infância, desde sempre. Meu pai sempre foi o meu maior incentivador. Todos os dias, quando íamos eu pra creche e ele pro trabalho, ele me ensinava uma música nova. Quando chegávamos lá, ele me colocava em cima do balcão de entrada e eu cantava para os funcionários. Assim aprendi muita música do Chico Buarque, Geraldo Pereira, João Gilberto, Clodo, Climério e Clésio…

Então meu pai me colocou na aula de piano, não tenho certeza absoluta, mas eu devia ter uns 8 anos. Eu gostava muito, mas tinha momentos de desencanto com o instrumento. Descobri depois que o que eu queria mesmo era tocar violão. Nós tínhamos muitos amigos que tocavam violão e promoviam rodas de música. Não tinha ninguém profissional, mas eram todos apaixonados por música brasileira. Meu pai dizia que era preciso estudar piano primeiro, que ia ser muito bom para mim.

Lembro que a primeira música que aprendi no violão foi justamente com os amigos da família. Fiquei tão encantada que convenci o meu pai de me colocar na aula de violão. Aí eu já tinha uns 11 anos. Por um tempo eu continuei a estudar piano também, mas logo depois me concentrei no violão.

Lá na faculdade voltei a estudar o piano complementar, disciplina obrigatória na formação do licenciando em música. O engraçado é que ainda hoje eu sei tocar umas 3 músicas de cor, mas se eu erro 1 nota me embaralho toda… Rsrsrs

O violão passou a ser um grande amigo e confidente. Hoje já não mais toco como violonista, mas com ele faço minhas músicas e me acompanho. Há uns 4 anos atrás, por conta de todas as atribuições da vida, fiquei sem tocar por muito tempo. Meu retorno foi justamente na gravação do CD Canto de Mãe. No dia que gravei o violão, junto com os outros músicos, minha alegria foi imensa. Foi um momento mágico para mim. Ali percebi que eu só me completo artisticamente compondo, cantando e me acompanhando ao violão. Ele tem muito a me ensinar.

IMG_8408

Foto de Carolina Merat

 

Tags:
Tags:
0 Comentários

Envie uma Resposta

Deixe sua mensagem

Ficarei feliz em responder à todas as mensagens enviadas!

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?